quinta-feira, 12 de maio de 2016

Um mau começo

Oi? Ouvi direito? Nenhuma mulher. Nenhum negro. E pelo menos sete investigados pela Operação Lava-Jato. Esse é o ministério do governo Michel Temer. Começou mal.
Se a exclusão foi deliberada, sinal de que é preconceituoso e racista. Se “apenas” esqueceu, também o é. O que ele jamais poderá alegar é que, entre seus partidários e outros aliados não exista sequer um nome de mulher ou pessoa negra capaz de figurar no primeiro escalão. Portanto, indesculpável sua omissão.
Temer fez um discurso agradável na tarde desta quinta-feira. Disse o que o povo queria ouvir. Afinal, há uma demanda por governo – neste segundo mandato, Dilma não conseguiu governar de fato – e ele soube aproveitar a oportunidade para garantir que, agora sim, o Brasil passará a ter uma rotina de ações governamentais para a retomada do crescimento econômico. Tudo dentro da ordem e visando o progresso.
Mas discursos são feitos e logo esquecidos. Ele também fez discursos enaltecendo a presidente Dilma durante a campanha, teceu loas ao PT e jurou fidelidade. Houve até “bolo de casamento” com direito a bonequinhos dele e da presidente petista no topo. Assim é a política que se pratica no Brasil e no presidencialismo de coalizão.
A boa retórica do discurso na posse dos novos ministros não encobre o ato falho do presidente em exercício. E não adianta compensar a omissão com cargos nos segundo e terceiros escalões. Ok, eles são bem-vindos, mas não são suficientes e a mancha vai permanecer.
Num momento em que mulheres e negros lutam por ações positivas para conquistar mais espaço na sociedade, tentando isonomia de oportunidades e menos preconceito, o presidente em exercício de um país combalido, insolvente e carente por justiça dá uma pisada na bola em seu pontapé inicial de gestão. Tropeçou de cara. E está longe de marcar um gol.
Será mesmo que ele acredita que o modelo ideal de mulher seja mesmo uma bela loira, jovem, recatada e do lar?






2 comentários:

Pessoinha Pessoense disse...

Mulher no primeiro escalão? Não, tem que ser recatada e do lar. O pior é que o time ja começa o jogo com 7 cartões amarelos! Rir pra não chorar

Flávia Lopes disse...

Tá parecendo o 7x1 da Alemanha kkkkkkk